Pular para o conteúdo principal

Abóbora japonesa é destaque na CEAGESP da capital paulista essa semana



Todas as partes da abóbora podem ser aproveitadas - Imagem: Pixabay
Abóbora japonesa ao contrário do que o nome sugere surgiu na Guiné, na África, e veio para o Brasil no século XVI trazida por portugueses. Esse é o produto de destaque da semana no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP) da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP).

No nosso país o alimento é conhecido por nomes diferentes dependendo da região. No Nordeste a abóbora japonesa pode ser chamada de jerimum enquanto no Sul do Brasil o produto é chamado de moranga.

A abóbora japonesa é rica em caroteno, substância que beneficia a pele e a visão humana e dá o tom alaranjado ao alimento. Ela também é rica em vitaminas do complexo B, que atuam sobre o sistema nervoso, vitamina C, que fortalece nossas funções imunológicas, e vitamina E que previne contra o envelhecimento precoce sendo muito utilizada pela indústria cosmética.

Além da sua polpa saborosa, as sementes da abóbora também podem ser aproveitadas. Assadas, em saladas, sobremesas, sopas e farofas, as sementes do alimento são ricas em fibras alimentares que auxiliam no bom funcionamento do intestino. A abóbora japonesa possui boa oferta o ano todo.

Confira outras dicas de alimentação nas mídias sociais da CEAGESP: Facebook, Instagram e portal.

A abóbora japonesa e muitos outros produtos por bons preços com qualidade podem ser encontrados no Varejão da capital paulista:

4ª feira – das 14h às 22h
no Pavilhão PBC (Praça da Batata) – entrada pelo Portão 7
Sábado – das 7h às 12h30 Domingo – 7h às 13h30
no Pavilhão Mercado Livre do Produtor (MLP) – entrada pelo Portão 3
Endereço: Avenida Doutor Gastão Vidigal, 1946 – Vila Leopoldina.