Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2016

Festival de Massas CEAGESP termina amanhã

O festival encerra sua edição amanhã (1/5) ao preço de R$38,90 por pessoa (exceto bebidas e sobremesas) para dar lugar na quarta-feira (4/5) ao tradicional Festival de Sopas, que promete ser sucesso por conta do frio que chegou. Confira as opções do cardápio para o domingo, disponíveis na página do festival . O evento funciona amanhã das 11h30 às 17h, no Espaço Gastronômico CEAGESP, e tem acesso pelo portão 4 da CEAGESP, que fica na Av. Doutor Gastão Vidigal, 1.946, na Vila Leopoldina em São Paulo. O espaço conta com estacionamento a R$ 10 a primeira hora, e a cada adicional R$ 5.

Panna Cotta de jabuticaba: essa receita é brasileira

Foto: Migle Seikyte/flickr A sobremesa panna cotta tem origem italiana e é feita a partir da nata do leite, com gelatina, açúcar e especiarias.  O Banco CEAGESP de Alimentos renovou a receita incluindo a jabuticaba, fruta tipicamente nacional, que deu o toque brasileiro ao prato.  Além deste ingrediente, a releitura gastronômica leva á gar , um produto extraído de algas marinhas vermelhas da classe Rodophyta , que gera uma gelatina 100% vegetal.  Curioso? Aprenda agora como fazer este simples e saboroso doce. Panna cotta de jabuticaba Rendimento: 2 porções Ingredientes da panna cotta: 1 copo de 170ml de iogurte natural; 2 colheres de extrato de baunilha; 3 colheres de sopa de açúcar (pode ser substituído por mel); Suco de 1 limão pequeno; 1/2sachê de ágar Modo de preparo da panna cotta Bata no liquidificador o iogurte, o extrato de baunilha, o açúcar ou mel e o suco de limão até obter um creme uniforme. Dissolva o ágar na mistura e mexa. Despeje o creme em

Seguranças recebem treinamento de atendimento ao público

Treinamento quer preparar seguranças para atender melhor ao público da CEAGESP A Seção de Segurança Patrimonial e Operacional (SESEG) da CEAGESP, em parceria com a Albatroz Segurança, está realizando hoje (28/4) e amanhã um treinamento intensivo sobre como lidar com o público no Auditório Nelson Loda. A iniciativa é voltada para o pessoal terceirizado de segurança que opera no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP), com o intuito de preparar estes profissionais em como lidar com o público e fazer a abordagem da maneira mais eficiente possível. Juscelino Soares dos Reis (esq.), Dijair José da Silva e Gilma Lima de Souza acompanharam o treinamento   “Recebemos todo tipo de clientes aqui na CEAGESP, e é nosso dever tratar a todos com educação e sem distinção, no intuito de melhor atendê-los e ajudá-los no que for possível”, explica o inspetor chefe da SESEG, Juscelino Soares dos Reis, que acompanhou o treinamento com o colega Gilmar Lima de Souza e o representante da Al

CGU ministra palestra sobre Lei Anticorrupção

Carlos Nabil (à direita), José Galhardo (centro) e Pedro Benedetti (esq.) na abertura da palestra sobre a Lei Anticorrupção Palestra reuniu colaboradores de vários setores O presidente da CEAGESP, Carlos Nabil Ghobril, acompanhado do diretor administrativo financeiro, Pedro Tomás do Canto Benedetti, abriu na tarde desta quarta-feira (27/4) a palestra sobre a Lei Anticorrupção 12.846/2013, ministrada pelo analista de Finanças e Controle da Controladoria Geral da União (CGU) de São Paulo, José Antonio Gouvêa Galhardo.  "Nunca precisei vir à CEAGESP por conta desta lei, o que é muito positivo", ressaltou o palestrante na abertura da sua apresentação, realizada na Sala de Treinamento do prédio da administração central da Companhia na capital paulista. Galhardo falou sobre a aplicação da lei na prática José Antonio Gouvêa Galhardo falou dos sistemas de controle que a CGU utiliza para identificar e combater a corrupção, detalhando a Lei Anticorrupção e a apli

Nossa Turma recebe a visita de índios de Alagoas

A Associação Nossa Turma - entidade que atende crianças de comunidades carentes do entorno do Entreposto Terminal Sâo Paulo (ETSP) -, recebeu nesta terça-feira (26/4) a visita de quatro índios da aldeia Fucaxó, tribo que fica próximo às margens do Rio São Francisco no Estado de Alagoas.    Em sua primeira visita ao espaço, o quarteto indígena veio conhecer a Nossa Turma, que participa de ações voltadas em benefício à aldeia. Além de entreter e mostrar uma parte de sua cultura nativa, o pajé Soyré, pai do cacique Tawanã e dos índios Thekauanã e Etçamy, cantou, dançou e contou histórias sobre o lugar onde mora, para as crianças que lotaram o pátio da Nossa Turma. “Somos da etnia Kariri Chocó, que tem mais de 400 anos e é a união das famílias do meu pai e da minha mãe. Ficamos mais civilizados com o tempo, mas nunca perdemos nossa tradição”, disse o pajé que é o curandeiro na aldeia em que vive.  Participaram também do encontro, os adolescentes do Cent

Casca de tangerina-cravo dá toque de sabor em pudim

Laranja-cravo, mexerica, bergamota, mimosa, mandarina. Com tantos nomes, a única unanimidade da, também, tangerina-cravo é que ela é uma delícia. Além da vitamina C e ácido fólico, a tangerina-cravo possui minerais como cálcio, fósforo e potássio, que a fazem uma boa fruta para o consumo nos dias quentes pois, além de refrescante, repõe energias. Buscando a união da acidez da tangerina-cravo com a cremosidade de um pudim, o Banco CEAGESP de Alimentos (BCA) nos dá uma receita saborosa e nutritiva usando como ingrediente principal aquilo que normalmente descartamos das frutas: a casca. Vamos então à receita? PUDIM DE CASCA DE TANGERINA   Ingredientes Casca de 4 tangerinas 2 copos americanos de água (400ml) 2 copos americanos de leite em pó 2 copos americanos de açúcar 2 colheres (sopa) de amido de milho 3 ovos Modo de preparo Cozinhe as cascas das tangerinas em ½ de água por cerca de 15 minutos. Coloque todos os outros ingredientes no liquidificador, juntamente com