Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

CEAGESP participa de evento sobre rastreabilidade de produtos vegetais

No último dia 23, a CEAGESP, representada pelos profissionais da Seção do Centro de Qualidade Hortigranjeira (SECQH), p articipou do evento Uso Racional dos Agrotóxicos 2018 que teve como tema "Comercialização de Produtos Vegetais Frescos: Rastreabilidade".   O engenheiro agrônomo Paulo Roberto Ferrari (SECQH) apresentou a palestra sobre Informações de Mercado sobre pimentões, pepinos e tomates. E na sequência, a engenheira agrônoma Dra. Anita Gutierrez falou sobre Rastreabilidade e Análise de Resíduos, tratando da legislação da rastreabilidade desses produtos. Realizado na cidade de Arealva, o evento contou com a participação de 100 produtores dos municípios de Bauru e região, que cultivam em estufa.

Receita da semana: Compota de cebola caramelizada

A receita da semana é um verdadeiro coringa que deveria estar presente em todas as cozinhas, pois vai bem com quase tudo: pode ser colocado em um sanduíche de hambúrguer, para incrementar o cachorro quente, como tempero de salada, acompanhamento de carnes assadas, frango frito ou como molho de macarrão, na omelete ou por cima de batatas quentes com queijo, comer com pizza ou ainda no que a sua imaginação permitir!  Já ficou com água na boca? Pois é, a compota de cebola caramelizada é tudo isso é muito mais, porque é muito fácil de ser preparada, leva poucos ingredientes e pode ser guardada na geladeira por até duas semanas. Ou seja: você investe 30 minutos na cozinha e ganha um às na manga todos os dias na hora de preparar suas refeições! Aproveite que a cebola está com preços convidativos essa semana e faça logo um montão! Vamos à ela? COMPOTA DE CEBOLA CARAMELIZADA Ingredientes ½ xícara de azeite extra virgem 1 kg de cebolas em fatias finas 1/2 xícara de caldo de f

Conheça os benefícios da cebola, o produto destaque da semana (28/8)

A cebola é um dos vegetais mais consumidos em todo o mundo. A ONU calcula que pelo menos 175 países produzam cebola, mais que o dobro do número daqueles que cultivam trigo, que é oficialmente a maior safra do mundo em área colhida.  Em 2011, o consumo mundial era da de 11,3 kg de cebola por pessoa no ano. A Líbia é a campeã mundial em consumo de cebola per capita, já que cada pessoa comeu uma média de 33,6 quilos de cebolas em 2011, segundo dados da ONU. No Brasil, a Embrapa realizou uma levantamento em 2002, que mostrou que o consumo por pessoa por aqui estava em torno de 5,2 kg/ano. Atualmente, esse número não mudou muito e está em cerca de 6 kg/ano por pessoa. Segundo dados do IBGE, em 2008 o maior consumo de cebola foi registrado no Rio Grande do Sul, seguido por Sergipe e Bahia. Esses dados podem deixar algumas pessoas curiosas, pois parece que nós brasileiros usamos cebola para cozinhar praticamente tudo, desde o arroz com feijão do dia a dia, até pratos mais elaborados.

Banana prata e rúcula estão mais em conta esta semana (27/8)

Semanalmente, a CEAGESP (Companhia de Entreposto e Armazéns Gerais de São Paulo) prepara uma lista com produtos com os preços no atacado em baixa, estáveis ou em alta, para você se alimentar bem e economizar mais. Confira a lista dos produtos: Rúcula - Imagem: Arquivo/CEAGESP PRODUTOS COM PREÇOS EM BAIXA Abacate margarida, morango comum, banana nanica, banana prata, maracujá doce, carambola, coco verde, chuchu, tomate carmem, cará, abóbora paulista, abóbora moranga, coentro, agrião, espinafre, couve manteiga, repolho roxo, repolho verde, rúcula, acelga, salsa, alfaces, nabo, beterraba c/ folha, cenoura c/ folha, cebolinha, cebola nacional, alho chinês, canjica, batata lavada e alho nacional.   PRODUTOS COM PREÇOS ESTÁVEIS Manga tommy, maracujá azedo, abacate breda, goiaba branca, laranja lima, laranja pera, limão taiti, tangerina murcot, melão amarelo, uva itália, caju, lima da pérsia, maçã gala, abobrinha italiana, pimentão verde, tomate italiano, cenoura, jiló redondo, abóbor

Memória CEAGESP: e as carpas se foram...

Estrutura desativada da fonte de água Quem passa pelo jardim japonês, bem ao lado do estacionamento do portão 4 do Entreposto Terminal São Paulo, nem faz ideia de que onde hoje está um belo canteiro de flores foi, há 30 anos, um tanque cheio de carpas ornamentais, com direito a fonte e espelho d'água. Pois é, se o passante prestar atenção, verá que existe uma construção circular ao redor de algo que lembra uma fonte. Nesse local ficava a fonte e o espelho d'água. Ao lado do monumento em homenagem à visita do príncipe da família real, também existe um tanque de pedra com uma queda quer supostamente seria para de água, que hoje permanece seco. Pedras sinalizam onde havia antes uma queda de água Mas nem sempre foi assim. No início da década de 1970, havia muitas carpas japonesas coloridas  e uma queda d'água que acalmava os transeuntes e embelezava o local. Entretanto, moradores de rua e desconhecidos vinham de noite e pescavam os peixes - acredita-se que seria

É de comer? Vem conhecer o Radicchio!

Hoje é o dia de conhecer uma verdura diferente, você pode já ter visto ela em fotos, já que este alimento tem um cor rosa vibrante que estimula os amantes da fotografia a registrar os pratos que contam com a sua ilustre presença, tão pouco conhecido e cheio de benefícios para saúde descubra as propriedades do Radicchio. A primeira coisa que chama atenção nessa verdura, como dito a cima, é a sua coloração que foge do tradicional verde e se destaca. O Radicchio veio da Itália, possui um toque crocante combinado com um gosto amargo, tendo a chicória com pertencente da mesma família. Radicchio - imagem: Internet E por que faz bem colocar Radicchio na alimentação? Bom, ele tem diversas funções que ajudam a ter uma qualidade de vida melhor. Esse vegetal conta com lactucopicrina na sua composição, esta é uma substância amarga (daí o seu sabor), que tem efeito sedativo e analgésico atuando direto no sistema nervoso central, melhorando problemas como insônia. A combinação de lute

Parabéns aos feirantes

O dia de hoje, 25 de agosto, é dedicado aos profissionais que todos os dias, bem cedo, se preparam para vender produtos fresquinhos para você e sua família. Hoje é dia do feirante. No Entreposto Terminal São Paulo acontecem três feiras livres durante a semana. São os Varejões CEAGESP, que graças à dedicação de mais de 450 trabalhadores, destacam-se pela organização e pela qualidade dos produtos comercializados tornando-se ponto de referência na zona oeste da capital paulistana. Quando tudo começou A data foi escolhida devido à realização da primeira feira livre do Brasil, realizada em São Paulo em 1914. Na época, os chacareiros comercializavam no Largo General Osório, os produtos que sobravam diretamente para os consumidores. Vinte anos depois, as feiras foram oficializadas pelo então prefeito da capital paulista, Washington Luís. Muitos desses profissionais estão aqui há mais de 20 anos e para eles e para todos os feirantes do país, a CEAGESP expressa seu mai

Comitiva de produtores argentinos visita ETSP

Uma comissão de produtores de frutas, tomate, batata e flores da Província de Buenos Aires (Argentina) realizou uma visita técnica ao Entreposto Terminal São Paulo (ETSP) – o maior da rede CEAGESP – para conhecer de perto o movimento do maior mercado latino-americano de frutas, legumes, verduras, flores e pescados, e realizar contatos para futuras parcerias comerciais.  No dia 23/8, o grupo foi recebido pelo diretor presidente da CEAGESP, Johnni Hunter Nogueira, e o diretor técnico-operacional da Companhia, Luiz Concilius Gonçalves Ramos, que deram as boas-vindas e deram uma pequena explicação de como funciona o ETSP. Em seguida, teve início a visita aos boxes do mercado, passando primeiro pelo setor de Diversos, que abrange produtos como batata, cebola, alho, coco seco e ovos, onde puderam conversar e trocar informações com atacadistas de batatas. Depois, os visitantes passaram pelos boxes de legumes, quando prestaram especial atenção aos boxes de tomates e pimen