Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

CEAGESP recebe Encontro Anual da ABRACEN 2017

De 27 a 29 de julho , a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP) sediou a edição 2017 da Associação Brasileira de Centrais de Abastecimento (ABRACEN), com a participação da Confederação Brasileira das Associações e Sindicatos de Comerciantes em Entrepostos de Abastecimento (BRASTECE). Estiveram presentes representantes de mercados atacadistas de todo o país, com o intuito de discutir temas de interesse comum e fortalecer a integração das CEASAS brasileiras para seu aprimoramento e desenvolvimento. No primeiro dia, associados da ABRACEN e da BRASTECE reuniram-se separadamente para tratar de assuntos específicos de suas entidades. Em seguida, todos foram recebidos no salão nobre da Secretaria da Agricultura para a abertura oficial do evento, que contou com a presença do deputado Fausto Pinato e do secretário adjunto Rubens Rizek, representando o secretário da agricultura, Arnaldo Jardim. No discurso de abertura, Johnny Hunter Nogueir

Durma melhor com as plantas certas no quarto

A babosa pode trazer benefícios para o sono se mantida no quarto de dormir - Imagem: Arquivo/CEAGESP Uma lenda diz que não faz bem ter plantas no quarto de dormir, mas não é bem assim. Algumas plantas trazem mais benefícios do que outras se forem mantidas no quarto em que dormimos e nenhuma faz mal à saúde, já que elas purificam o ar, aumentam os níveis de oxigênio e nos ajudam a respirar melhor. Conheça algumas espécies que mais indicadas para cultivar no ambiente de dormir: Mais conhecida como babosa , a aloe vera floresce entre o inverno e a primavera, pode alcançar até 1,20 de altura e possui um gel na sua parte interna, refrescante, mas amargo, muito utilizado pela indústria cosmética. Alfazema ou lavanda , como é popularmente conhecida, é uma planta com propriedades calmantes e relaxantes que ajuda contra a ansiedade e estresse, evita a picada de mosquitos e as suas flores ainda auxiliam contra a má digestão. Jasmin é uma planta conhecida pelo se

Identificação de riscos ganha destaque no fim da Semana Interna de Prevenção de Acidentes

SIPAT 2017 durou quatro dias e foi organizada pelos membros da CIPA Essa quinta-feira, 27/07, foi o último dia da Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT) em 2017 na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP), uma iniciativa da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). Nesse último dia a percepção de riscos e a identificação e manuseio de pragas urbanas ganharam destaque. A EcoFire promoveu palestra e debate sobre comportamento seguro com percepção dos riscos presentes em lares domésticos e empresas.  Os riscos envolvem eletricidade, ambientes não adaptados para pessoas como locomoção reduzida e afogamentos. A empresa responsável pelo debate trouxe cases reais de periculosidade e destacou que o fundamental para combater o risco é a identificação e reconhecimento do perigo. Os tópicos também são fundamentais para o combate de pragas urbanas: pombas, baratas, ratos e escorpiões. Os participantes do dia foram o

Dia do Agricultor

O Dia do Agricultor é celebrado em 28 de julho, pois nesta mesma data foi fundado em 1960  o Ministério da Agricultura pelo então presidente Juscelino Kubitscheck, o fundador de Brasília. Este profissional do campo é esponsável por colocar o Brasil na 3a. posição mundial de exportadores de produtos agrícolas do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS/2010), ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da União Europeia. A atividade agrícola é responsável por quase um terço do PIB (Produto Interno Bruto) nacional, com produtos exportados principalmente para a União Europeia e China. Este último, aliás, é o maior comprador individual de produtos agrícolas do Brasil, principalmente grãos. Palavra tão em voga atualmente, o agronegócio é o setor que mais cresce na economia brasileira, com perspectivas de se desenvolver ainda mais, com o avanço das tecnologias voltadas ao campo e ao aumento das áreas cultiváveis no país.  É graças ao trabalho incansável do agricultor

Salsa é destaque essa semana no Entreposto Terminal São Paulo

Consumo da hortaliça contribui para reduzir o peso - Imagem: Flickr   A salsa é o produto de destaque no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP), da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais (CEAGESP) nessa última semana de julho. O produto tem sua melhor época entre os meses de março a junho além dezembro e janeiro. Ingrediente comum em temperos, sopas, saladas e farofas, entre outros, a salsa ainda é grande aliada da nossa saúde. Tem baixo valor calórico, seu chá funciona como diurético, é rica em potássio, cálcio, zinco, fósforo, magnésio, manganês, fibras alimentares, proteínas e vitamina C. O consumo do alimento ajuda a combater anemia, controla os níveis de açúcar no sangue, ajuda a prevenir derrames, alivia prisões de ventre, combate icterícia, possui ação rejuvenescedora e reduz a pressão arterial. Em 2016 entraram no ETSP 3.676 toneladas de salsa vindas principalmente de cinco municípios paulistas: Piedade, Ibiúna, Cotia, Mogi das Cruzes e Embu Guaçu. Na última