Pular para o conteúdo principal

Postagens

Sabores internacionais que você encontra no Varejão da Capital

Vir ao Varejão Noturno que acontece toda quarta-feira no Entreposto da Capital já virou tradição para quem mora na região da Vila Leopoldina. E para quem trabalha nos arredores, aquela passadinha para um happy hour no meio da semana, também já tornou-se oficial. Além dos produtos típicos de uma feira livre, nacionais e importados, sempre fresquinhos e com qualidade, a praça de alimentação vai muito além do delicioso pastel com caldo de cana e do popular lanche de pernil do Zezé. Ela reúne também outras iguarias que, ao som de uma boa música ao vivo, tem conquistado muita gente. Quem gosta de experimentar sabores de outros países vai gostar dessas sugestões. Dá só uma olhada!
A primeira é um lanche sírio que tem conquistado quem visita o Varejão chamado shawarma. É um prato originalmente do oriente médio, composto de fatias finas de carne vermelha assada em um espeto vertical e servidas no pão árabe com legumes, homus (pasta de grão de bico), labneh (espécie de coalhada pareci…
Postagens recentes

Manual gratuito de hortas urbanas é disponibilizado pelo Instituto Pólis

Se você tem interesse em cultivar uma horta ou se interessa pelo assunto, não pode deixar de ter em mãos a cartilha Hortas Urbanas. A publicação foi elaborada para o projeto Moradia urbana com tecnologia social, da Fundação Banco do Brasil, em parceria com o Instituto Pólis.
































O objetivo da ação é melhorar a alimentação das pessoas, beneficiando o ambiente como um todo e favorecendo a relação da comunidade com o bairro e o seu entorno por meio do cultivo ecológico de alimentos e ervas medicinais em hortas, jardins, canteiros suspensos e outras possibilidades a depender da realidade local. O manual é composto por três partes que envolvem a preparação da horta, o cultivo das hortaliças e, finalmente, o modo de preparar os vegetais a partir de algumas receitas. A cartilha está disponível para download gratuito na página do Instituto Pólis. Baixe seu exemplar aqui. 
Hora de por a mão na terra Depois de aprender como preparar uma horta bem bacana, chegou a hora de escolher o que plantar. Faça sua…

É de comer? Conheça o mangostão

BCA doou mais de 130 toneladas de alimentos no mês de janeiro

O Banco CEAGESP de Alimentos (BCA) recebeu 134 toneladas de alimentos em janeiro de 2019 doadas pelos comerciantes da empresa; desse total, 117 foram destinadas para 38 entidades beneficentes da região paulista e outros 6 bancos de alimentos. Os alimentos repassados para pessoas em situação de vulnerabilidade social são avaliados por nutricionistas do BCA.  


ATUAÇÃO O Banco CEAGESP de Alimentos é um projeto social ligado à Coordenadoria de Sustentabilidade da Companhia, que desde sua implantação em 2003 já beneficiou milhares de pessoas, tendo atendido inclusive entidades de apoio a refugiados e famílias vítimas de catástrofes naturais.
Atualmente, o projeto BCA atua no Entreposto Terminal São Paulo e está presente também em 11 unidades da rede CEAGESP espalhadas no interior do Estado, como em Araçatuba, Araraquara, Bauru, Franca, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.
CONTATO Para obter mais informações e saber …

5 Motivos para você visitar a Feira de Flores da CEAGESP

Confira que bacana a matéria publicada no portal Atibaia Connection sobre a Feira de Flores do Entreposto da Capital.

5 Motivos para você visitar a Feira de Flores da CEAGESP
Por Renan Fatibello - 16 de janeiro de 2019

Perfumadas, exuberantes e frágeis, das mais simples às mais estranhas, as flores são uma criação da natureza que o ser humano faz bom proveito há milhares de anos. Por tal motivo, poucos imaginam que as flores surgiram por serem arma de defesa para protegerem os óvulos de plantas fêmeas contra alguns insetos.

                                                                                                                     Foto: Reprodução
No Brasil, a exportação de flores chega a render 200 milhões de dólares por ano. Somente em São Paulo, as floriculturas ocupam 10 mil hectares de terras cultivadas. Tal número representa produtos de ornamentação, entretanto as flores possuem diversas serventias. As flores são amplamente utilizadas para a fabricação de perfumes, ge…