Pular para o conteúdo principal

Conheça os benefícios da cenoura, o produto da semana (4/7)

Desde pequeno ouvimos nossas mães e avós dizerem para comer cenoura, que é bom para os olhos. Ou então que isso ajudava a ter um bronzeado mais bonito no verão. Será que tudo isso é verdade? Pois bem, pode ir agradecendo sua mãe e sua avó, pois elas estão com toda a razão! Essa raiz -  produto indicado da semana – é rica em beta-caroteno, um precursor da vitamina A, que beneficia os olhos e a produção de melanina, que causa o bronzeado na pele.
 
Mas suas propriedades e benefícios à saúde não param por aí. Quando consumida crua, cada 100 gramas fornece 50 kcal. Já cozida, traz apenas 32,5 kcal, tornando-a ideal para quem faz dieta de redução de peso. Além disso, possui muitas fibras, que ajudam na digestão, e fornece ainda proteína e vitaminas C, K e do complexo B, e minerais como o ferro, potássio, fósforo, cálcio, ferro e manganês. Veja outros motivos para incluir mais a cenoura em sua dieta:
  • Hidrata pele e cabelos
  • Previne úlceras
  • Previne reumatismos
  • Estimula o sistema imunológico
  • Auxilia nos processos de crescimento
  • Equilibra o funcionamento das glândulas
  • Fortalece os dentes e ossos
  • Regula o equilíbrio ácido do organismo
  • Melhora a visão noturna
  • Combate gases
  • Protege contra o envelhecimento 
  • Previne infecções urinárias

Apesar de ser mais conhecida na cor laranja, a cenoura também pode ser encontrada nas cores púrpura, branca e amarela. Não se deve descasca-la, para se aproveitar melhor suas fibras: basta lavar muito bem e raspar com uma faca. As suas folhas também não devem ser desprezadas, pois podem ser usadas picadas para fazer um refogado, enriquecer uma omelete ou sopa, ou mesmo para fazer um delicioso tempurá.
 
Com boa oferta no ano todo, a cenoura que é comercializada no Entreposto Terminal São Paulo (ETSP) tem como origem principalmente as cidades de Piedade (SP), Santa Juliana (MG), Guarulhos (SP), Uberava (MG), Perdizes (MG), Rio Paranaíba (MG) e Tapiraí (SP), sendo que em 2017 deram entrada cerca de 85.860 toneladas do produto no ETSP, onde foi comercializada no dia 2/7 no atacado a um preço médio de R$ 1,71/kg.
 


Confira outras ofertas e dicas da semana nas mídias sociais (Facebook, blog e Instagram) da Companhia.