Pular para o conteúdo principal

DEPAR realiza treinamento para receber safra de 2018


Treinamento realizado em Tatuí
Funcionários da rede armazenadora da CEAGESP de Araraquara e Tupã receberão treinamento para detecção da soja Intacta no início deste mês, por meio de um convênio assinado entre o Departamento de Armazenamento (DEPAR) da Companhia e a Monsanto, detentora da marca Intacta. O intuito é preparar os colaboradores e técnicos nas unidades armazenadoras nestas regionais para a safra de grãos de soja de 2018, que já começou a ser colhida. A primeira capacitação foi para os funcionários da Regional 2, em Tatuí, entre os dias 15 e 17 de janeiro últimos.

O DEPAR está treinando os funcionários para o recebimento e a classificação de soja, de acordo com a padrão oficial de classificação do Ministério da Agricultura. O responsável pelos treinamentos que serão realizados nas três regionais do interior, é o técnico operacional da Seção de Controle Fitossanitário, Evandro Goulart da Silva. Um dois motivos para se dar esse treinamento é dar maior tranquilidade dos produtores que armazenam sua produção com a CEAGESP.

A CEAGESP assinou com a Monsanto um contrato para a realização dos testes para detecção da soja Intacta® no recebimentos dos lotes. Isto trará maior tranquilidade par aos produtores. Os que não plantam soja com a tecnologia, não correrão o risco de serem cobrados indevidamente pelos royalties por misturas acidentais. E os que utilizam da tecnologia, terão um produto com passagem livre, sem mais precisar de testes, a partir do momento que a soja for retirada de um armazém da Companhia.

Treinamento realizado no armazém de Tatuí




Antes do treinamento de classificação, o engenheiro agrônomo da Monsanto, Rafael Pinto, treinos os funcionários da Regional 2 para a realização do teste e para a inserção dos lotes recebidos no sistema da empresa.  Os próximos treinamentos acontecerão na Regional 4, sendo dia 6 de fevereiro em Araraquara, e em seguida na Regional 3 na cidade de Tupã, no dia 20 de fevereiro.

SAFRA PAULISTA

São Paulo está se tornando, ano a ano, um grande produtor de grãos, notadamente de soja e milho. Do lado esquerdo do Tietê, fronteira com o Paraná, predomina o plantio de soja com o milho safrinha na sequência. Na margem direita do rio, onde a grande cultura é a cana-de-açúcar, a soja vem ganhando espaço como cultura de espera na renovação dos canaviais, uma ótima maneira do produtor ter uma renda extra. A CEAGESP, detentora da maior rede armazenadora pública do estado, será um elo fundamental no processo.  Há silos da companhia em todas as regiões importantes na produção de grãos.